Caetano Preso – Parte 1 | Histórias #04

No fim de 68, receber visitas de militares convocando para interrogatórios era comum. Caetano não se surpreendeu quando a polícia bateu à sua porta em São Paulo e mostrou-se pronto para ser levado para um interrogatório, como já se tornara comum. “É melhor levar sua escova de dentes” foi o conselho de um dos policiais, o que indicava que a detenção seria mais longa do que o esperado.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *